Projeto de taekwondo forma atletas para campeonatos em Itaboraí

Fundado em agosto de 2013 em parceria com a Prefeitura de Itaboraí, o Projeto Íris, com sede no distrito de Porto das Caixas, rende frutos no taekwondo. Entre os participantes com alto rendimento estão Gabriel Romero e Rosa Silva, ambos faixa preta e 1º e 3º colocados, respectivamente, no Campeonato Brasileiro de Taekwondo Infantil, Cadete, Juvenil e Sub-21, em Londrina, no Paraná, realizado em junho deste ano.

A mentora e co-fundadora do projeto é a atleta da seleção brasileira Íris Tang Sing e o mesmo leva o seu nome. Moradora de Porto das Caixas, Íris disputou as Olimpíadas de 2016, no Rio de Janeiro, e atualmente é a melhor brasileira colocada no ranking olímpico, que classifica para as Olimpíadas de 2020. Sempre que está em Itaboraí, Íris também auxilia nas aulas.

Gabriel Romero, de 14 anos e estudante do 8º ano do Ensino Fundamental II na Escola Municipal Símaco Ramos de Almeida, em Porto das Caixas começou a praticar taekwondo aos oito anos na academia do professor Diego Ribeiro, que também é professor da arte marcial e coordenador do projeto.

“Conheci o taekwondo por acaso e nunca mais larguei. Fui convidado a participar das aulas por um dos professores e também pela atleta Íris Tang Sing. Eles viram meu potencial e sempre me apoiaram, inclusive tive o apoio da minha família. Ficar em primeiro lugar em um campeonato com tantos atletas qualificados do Brasil inteiro é algo maravilhoso e que só me faz querer continuar. Meu sonho é participar de uma olimpíada e lutar para ser um medalhista”, disse Gabriel.

Sonho – Com o sonho de competir nas Olimpíadas de 2020, em Tóquio, no Japão, a atleta Rosa Silva, 15, treina para disputar a vaga. Tendo a atleta Íris como “espelho”, Rosa, faixa preta no esporte desde o início deste ano, disputa campeonatos regionais e brasileiros.

“Vejo que a Olimpíada é um sonho que pode se tornar realidade e vou batalhar com todas as minhas forças para conseguir a vaga. Eu sou apaixonada pelo taekwondo e foi através dele que hoje posso dizer que sou uma pessoa melhor. Aprendi a ter disciplina, postura e bom comportamento”, disse Rosa, aluna do 9º ano do Ensino Fundamental da Escola Municipal Símaco Ramos de Almeida.

Aulas – O projeto Íris atende, aproximadamente, 80 pessoas, entre cinco e 17 anos, e conta com três professores. As aulas acontecem na Academia Diego Taekwondo Team, duas vezes por semana, sendo as terças e quintas-feiras, com uma hora de duração cada. O projeto tem como objetivo motivar crianças e adolescentes utilizando o taekwondo como instrumento de inclusão social e como oportunidade para formar atletas de alto rendimento.

“Nosso principal objetivo é formar cidadãos de bem, além de oferecermos uma opção de lazer e esporte. É gratificante ouvir dos pais o quanto o esporte melhorou a vida de seus filhos. Vê-los começando na faixa branca e evoluindo ao decorrer do tempo é algo sem explicação, uma alegria e satisfação para qualquer professor”, destacou Diego Ribeiro, que também é treinador da Seleção Brasileira de Taekwondo.

Fonte:Site O São Gonçalo

Comments

comments

Você também pode gostar...